18 de novembro de 2015

Aulas show atraem mais de 80 pessoas no primeiro dia do Inova Gastronomia

Conceituados chefs da cozinha brasileira apresentaram a empresários, estudantes, profissionais e curiosos, técnicas, dicas e receitas de seus pratos, durante as aulas shows do Inova Gastronomia Paraibana 2015. No primeiro dia do evento (terça-feira, 17), os chefs César Santos (Pernambuco), a dupla Bárbara Varzola e Pablo Pavon (Espírito Santo) e Bruno Guimarães (Minas Gerais), além das chefs da Paraíba Izadora Evelin, Adriana Cook e Luby Baltar, deram início às atividades que atraíram cerca de 80 pessoas ao Espaço Paraíba, na Escola de Gastronomia do Senac, na praia do Cabo Branco. O Inova segue apresentando aulas show e outras atividades até a quinta-feira (19).

Abrindo a sessão de aulas, o chef pernambucano César Santos apresentou o “Feijão Maravilha”, um prato autoral à base de massa de feijão e frutos do mar que também é servido em seu restaurante Oficina do Sabor, na cidade de Olinda (PE). Ao longo do preparo, os participantes puderam conhecer um pouco mais da trajetória e do seu trabalho, além de aprender técnicas no manuseio e cozimento dos ingredientes.

Depois da primeira apresentação, a dupla formada por Bárbara Varzola e Pablo Pavon mostrou a culinária de Vitória, capital do Espírito Santo. O prato apresentado foi a “Casquinha de Siri”, que segundo eles, representa a riqueza da gastronomia do Estado onde residem. No Restaurante Soeta, em que são sócios, a regra é valorizar o que é da região. Para isso, seguem uma regra onde nenhum produto necessário para o preparo do menu esteja a mais de 90 km de distância do restaurante.

Com a proposta, eles agregam valor aos produtos, incentivam o desenvolvimento territorial e fomentam o consumo aos micro e pequenos negócios. O casal contou que, além de priorizar a compra dos mantimentos dos produtores de pequeno porte, auxilia as comunidades carentes que os fornecem como forma de subsidiar a manutenção da cadeia produtiva.

A terceira apresentação do dia foi do chef de cozinha mineira, Bruno Guimarães, que ao lado do seu irmão Igor, administram a cozinha da “Casa Gastronômica Expresso 500”, em Belo Horizonte. Segundo Bruno, a intenção durante a elaboração do cardápio é apresentar os pratos da cozinha tradicional mineira com um toque de outras cozinhas. Para os inscritos na aula, o chef apresentou um tradicional prato francês, o steak tartare, que mesclou a carne de sol e tapioca, itens tão tradicionais da cozinha nordestina, com uma base de jerimum e temperos muito utilizados na culinária mineira.

Na última aula da noite, as responsáveis pelo restaurante paraibano Aí Cozinha Criativa, Izadora Evelin e Adriana Cook, dividiram os fogões com a chef executiva do Blue Restaurante, Luby Baltar. O momento levou o nome de “Receber Paraibano”, por colocar frente a frente três responsáveis por cozinhas da capital paraibana. Adriana e Izadora trouxeram ao Espaço Paraíba, a receita de uma linguiça sertaneja de fabricação própria, acompanhada de um chutney de araçá e farofa de cebola. Luby, por sua vez, apresentou uma outra receita de tartare de carne de sol, desta vez servido com gema de ovo crua e chips de batata doce.

Ao longo da apresentação, todas as culinaristas ressaltaram a importância do pequeno produtor e a utilização de produtos agroecológicos na produção de seus pratos. Ao término das aulas show, a Banda Molima animou o público no coquetel de degustação dos pratos preparados ao longo da tarde.

+ ver mais notícias

Realização

Apoio